GUERRA CONTRA CRIANÇAS

aborto1

         O aborto foi aprovado no Congresso Nacional e para que a lei seja promulgada falta apenas sua sanção pela Presidente Dilma Roussef.

        Brasileiros, estamos numa das piores encruzilhadas da história do Brasil, no tocante ao direito à vida. Os deputados pró vida cochilaram, os senadores cochilaram e foi aprovada uma lei que atenta contra a vida do bebê no ventre materno.

        O plano foi maliciosamente bem arquitetado: por pressão e influência do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, o presidente da Câmara, Henrique Alves, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher (8 de março), reapresentou um projeto de lei, engavetado naquela Casa desde 1999, o PLC 60/1999, que trata do atendimento prioritário nos hospitais à mulher vítima de violência sexual.

        Aparentemente, nada de mais legítimo, pois se trata de socorrer as mulheres vítimas de violência sexual… No entanto, havia uma armadilha oculta no projeto de lei, motivo pelo qual este projeto foi rejeitado pela maioria e engavetado em 1999.Por uma manobra regimental, em regime de urgência e sem prévio exame, o PLC 60/1999 foi reapresentado e votado nas Comissões e no Plenário, tendo sido aprovado por unanimidade.

       Sem perda de tempo, a mesma estratégia foi repetida no Senado e, depois de passar pelas comissões, o referido projeto foi também unanimemente aprovado no plenário desta Casa e encaminhado para a sanção presidencial. Tudo agora depende da Presidente Dilma.

         A situação não poderia ser mais dramática. Cumprirá a Presidente sua promessa feita antes do segundo turno da eleição que a levou à Presidência da República, quando, sentindo que a questão do aborto poderia derrotá-la, prometeu a todos os brasileiros que não o aprovaria caso fosse eleita?

       Angustiados e aflitos com a situação, muitos pró-vidas começaram a se mobilizar no sentido de pressionar a Presidência da República para que esta não sancione essa nefanda lei. Ao mesmo tempo, outros começaram a cobrar do clero, sobretudo da CNBB, para que esta se pronunciasse urgentemente junto à Presidente Dilma para que ela não aprove a lei.                                                                                                          …

       Estatísticas do IBGE de 2010 indicam que 86,8 % dos brasileiros são cristãos, assim divididos: 64,6 % (123,3 milhões) são católicos, 22,2% (42,3 milhões) são evangélicos. Outras pesquisas indicam que 82 % dos brasileiros são contrários ao aborto.

        Com uma população assim majoritariamente contrária ao infanticídio, os deputados e senadores certamente não votariam em uma lei que abertamente aprovasse o aborto. Este só poderia ser aprovado por uma inadvertência ou um cochilo. E foi infelizmente aconteceu.                                                                                                         …

(texto extraído do site Brasil pela Vida )

 Amigos da Pastoral Familiar e todos os católicos se incluam neste chamado. Na prática , o PLC 03-2013, significa a legalização do aborto. Se uma mulher  grávida procurar  qualquer serviço do SUS com a alegação de que tenha sido vítima de estupro , será prontamente considerada verdade, sem a necessidade de Boletim de Ocorrência e sem maiores especulações. Se o médico questionar , “ele estará aumentando a violência contra a mulher” e o mesmo será punido. Isto já acontece em 64 hospitais no Brasil que aderiram a esta norma técnica. Porém, se este projeto for aprovado , todos os 6500 hopitais da rede pública serão obrigados a realizar abortos indiscriminadamente. Já passou pelo Congresso Nacional,  foi votado em regime de urgência e será submetido à sanção da presidente. De fato e infelizmente, é a legalização do aborto no Brasil! Os movimentos Pró-Vida não devem ser vistos à distância e na terceira pessoa, como se não fizéssemos parte disso. TODOS NÓS CATÓLICOS SOMOS  PRÓ-VIDA! Acompanhem e participem das mobilizações contrárias. A vida destas crianças será cobrada de nós!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s